Nova pagina 1

 Sergipe
    


 
Política

 Cidade - Cotidiano

 Segurança Pública

 Esportes Sergipe

 Concursos

 
Baladas - Diversão

 Cultura e Arte

 
Artigos e Entrevistas

 Sergipe pelo Brasil

 
Turismo - Sergipe

 Envie um cartão postal

 Sergipe em imagens

 Conheça Sergipe

 Dados Geo-Econômicos

 Brasil / Mundo

 Política

 País

 Concursos

 Educação

 Placar On Line

 Esportes

 Olimíadas

 Turismo no Brasil

 Mundo

 
Cadernos

 ClickSe - Rapidinhas

 
Vestibular - Enem


 
Transposição


 
Artigos e Entrevistas

 
Tecnologia-Informática

 
Notícias Jurídicas

 Ciência e Saúde

 
Meio Ambiente

 Cultura e Arte

 
Mundo Artístico

 Estilo - Moda

 
Bichos e Cia

 
Veículos

 Interatividade 

 Chat

 Contato

 Blogs e Sites

 Fale Conosco

 Links Úteis

 Mídia de Sergipe

 Newsletter

 Opiniões e Cartas

 Envie Imagens

 Ver Comentários

 Você Repórter

 Widgets

   


 ClickSergipe Informa 

 Cotação do Dolar

 
Loterias

 Lista Telefônica

 Vôos On Line

 Tirar Passaporte

 Fuso Horário

 Resumo de Novelas

 Horóscopo

 Sites + Procurados

 Cálculo Exato

 Preço de Remédios

 Olho no Dinheiro

 Mapa Google Sergipe


 Esportes 

 Esportes em Sergipe

 Esportes Brasil

 Eliminatórias da Copa

 Brasileirão -  Série A

 Brasileirãó - Série B

 Brasileirão - Série C

 Brasileirão -  Série D

 Vôlei

 Fórmula 1

 Liga dos Campeões

 Basquete

 Esportes Aquáticos

 Esportes Radicais

 Olimpíadas


    

 

 


Visite vários pontos turísticos de Sergipe Quando voltar, me conta como foi!!!

 


Aracaju,
 
comente    -    veja comentários


Lula defende aumento da máquina pública e volta a rebater Caetano Veloso

13/11/2009

SÃO PAULO - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou um seminário sobre iniciação científica para rebater nesta sexta-feira as críticas de que a máquina estatal teria aumentado durante o seu governo. Segundo ele, o país tem apenas 10 mil funcionários a mais do que em 1997 e não pode dar um salto de desenvolvimento se não investir em pessoal.

- Como o país vai dar um salto sem contratar, por exemplo, professores na educação e policiais na Segurança Pública - disse ele, durante abertura do 9º Congresso Nacional de Iniciação Científica, em São Paulo.

Lula afirmou também que se o estado não for forte, não existirá. De acordo com ele, o estado precisa ser indutor e regulador do desenvolvimento. O presidente disse que o país subiu um degrau na possibilidade de se transformar em uma superpotência do ponto de vista econômico, educacional e de justiça social. Por isso, os recursos precisam ser direcionados para educação e pesquisas.

O presidente aproveitou também para criticar a incompetência do Estado em oferecer educação de qualidade à população. Segundo Lula, se não fosse o ensino privado, apenas uma pequena elite, a elite paulistana, teria acesso à universidade pública.

- A realidade é que o Estado não cumpriu com as suas obrigações - afirmou.

Durante o discurso, Lula ironizou ainda o cantor Caetano Veloso, que recentemente o chamou de analfabeto, cafona e grosseiro. O presidente fez questão de mostrar que consegue usar palavras sofisticadas:

- Educação é condição sine qua non. Estou falando sine qua non porque o Caetano Veloso fala. E se ele fala, o Lula também pode falar - brincou ele, arrancando risos da plateia repleta de professores e gestores em educação.

O Globo

Coloque esta notícia no seu Twitter:

Comentários
 
comentar  -  imprimir  -  enviar  -  receber  - seguir no twitter - voltar

 

 

000181

Nova pagina 1

 
    


Jovem Pan